B2Wood Business - Portal de Negócios
0
5
1
B2Wood Business - Portal de Negócios
B2Wood Business - Portal de Negócios
Biomassa Gerador de Energia
Sendo um dos países que mais faz uso de energia renovável do mundo industrializado, o Brasil tem como fonte principal de toda sua matriz energética os recursos hídricos, o etanol e a biomassa, enfatizando aqui a importância da energia gerada a partir da biomassa, na geração de energia e na questão da sustentabilidade. Fazendo uso de uma vasta variedade de materiais destinados a geração de energia, como resíduos florestais, agrícolas e de serrarias, além de plantações florestais e culturas energéticas, a biomassa hoje, é considerada uma energia renovável.

Sendo um dos países que mais faz uso de energia renovável do mundo industrializado, o Brasil tem como fonte principal de toda sua matriz energética os recursos hídricos, o etanol e a biomassa, enfatizando aqui a importância da energia gerada a partir da biomassa, na geração de energia e na questão da sustentabilidade.

Fazendo uso de uma vasta variedade de materiais destinados a geração de energia, como resíduos florestais, agrícolas e de serrarias, além de plantações florestais e culturas energéticas, a biomassa hoje, é considerada uma energia renovável.

 Tendo como principal objetivo a produção de energia, a biomassa é um recurso renovável proveniente de matéria orgânica. E no Brasil, a biomassa florestal sempre teve um importante papel na matriz energética, tendo como principal uso o carvão vegetal e a lenha.

As indústrias que possuem a madeira como matéria-prima, contam, ao final do processamento, com uma grande quantidade de resíduos, tanto na indústria como na floresta, sendo, na maioria das vezes, um grave problema, pois esses resíduos industriais além de serem em grande quantidade, dificultam também o manuseio. Além de exigirem extensas áreas para seu armazenamento, muitas vezes são queimados, não podendo assim realizar o aproveitamento da energia neles contida.

Conhecidos como biomassa florestal, os resíduos industriais e florestais, até pouco tempo, não tinham utilidade alguma. Porém, com os crescentes aumentos nos preços de combustíveis de origem fóssil, a biomassa florestal passou a ser encarada não mais como um material indesejável, mas como uma fonte de energia, principalmente pelas indústrias que usam a madeira como matéria-prima.

Apresentando-se como uma alternativa para a geração de energia, a biomassa florestal utiliza-se do desempenho competitivo da produção florestal, além da organização e do desenvolvimento de toda a cadeia produtiva que integra o polo madeireiro, onde a mesma está inserida.

Devido ao baixo nível nos reservatórios das usinas hidrelétricas decorrentes à falta de chuvas, a atual crise energética no país pode representar uma excelente oportunidade para a silvicultura, tendo como uma das alternativas a geração de energia termelétrica com a utilização da biomassa florestal, uma fonte de energia renovável obtida a partir da exploração de madeira, possuindo um custo de, em média, 40% menor do que os combustíveis fósseis usados nas usinas térmicas.

Agora, vamos conhecer as principais matérias para a geração de energia:

PELLET

Pertencente a classe da biomassa, os pellets são uma fonte de energia renovável, sendo uma boa solução na geração de energia térmica, de forma natural e totalmente ecológica.

Existem inúmeros processos a serem aplicados para obtenção deste produto, como a limpeza das florestas, ou a partir dos desperdícios das indústrias madeireiras, como serrarias e carpintarias. O material é devidamente seco e prensado sob alta pressão, obtendo assim pequenos cilindros de tamanhos diferentes.

Com sua capacidade de ligação da lignina, uma substância natural contida na madeira, não contém nenhum aditivo, resultando em um combustível natural, ecológico e de alto rendimento.

Podendo substituir o óleo, gás natural e outros combustíveis, o pellet de madeira é uma energia limpa, não poluente, com CO2 neutro na queima, o que lhe conferiu o reconhecimento do IBAMA como ecologicamente correto.

Além se ser uma energia renovável, os pallets ainda contam com certas vantagens, como a completa queima, e podendo utilizar sua cinza residual como um valioso fertilizante para o seu jardim. Ainda, sua existência causa menos impacto ambiental, que o abate de árvores para se obter lenha.

Outra grande vantagem é a garantia da estabilidade dos preços, diferente do que acontece com os combustíveis fósseis, cujos preços aumentam constantemente devido à sua extinção. Também é um material de manuseio fácil, armazenamento seguro e sem riscos, contrariamente a outras fontes de calor, não há riscos de explosão, derrame, cheiros ou fugas, assegurando assim altos níveis de segurança e conforto, pois aquecem facilmente, livres de cheiro e fumaça.

BRIQUETE

É o resultado do processo de secagem e prensagem de serragem ou pó dos mais diversos tipos de madeira, substituindo com muitas vantagens a lenha convencional, sem a necessidade de qualquer modificação no equipamento, como fornos, lareiras, churrasqueiras, entre outros, sendo assim, o briquete de madeira é uma lenha reciclada.

Seu uso como combustível, é uma forma de preservar o meio ambiente, pois cada tonelada de briquetes representa menos árvores cortadas. Além de ser um combustível renovável, proporciona um menor índice de poluição, por isso é totalmente liberado pelo IBAMA.

Sendo um material ecologicamente correto, o briquete é utilizado na produção de energia e calor, tendo como principal vantagem seu baixo custo e o reaproveitamento de resíduos.

CAVACO

Em um momento onde muito se comenta sobre o aquecimento global, os pequenos pedaços de madeira obtidos através da picagem de toras, sobras de serrarias, indústrias moveleiras, e de madeiras que podem ser recicladas, os denominados cavacos de madeira, são uma excelente alternativa de energia limpa para a diminuição de produção de CO2 pelas indústrias.

Sendo sinônimo de automação dos processos de queima e controle da temperatura, o cavaco possui alta umidade, o que reduz um pouco as distâncias economicamente viáveis em que pode ser transportado. Equipamentos automáticos de transporte, como esteiras transportadoras e roscas alimentadoras, são de perfeita utilização para esse combustível sólido dentro das fábricas.

O cavaco de madeira agride menos o meio ambiente em seu processo de queima pois a liberação de dióxido de carbono, CO2, é igual ao CO2 retirado pela atmosfera durante o processo de fotossíntese, onde as plantas utilizam essa substância e a água, H2O, para obtenção de glicose, liberando oxigênio, O2, para o meio ambiente. Como são as plantas que dão origem ao combustível, nesse caso o cavaco de madeira que provém das árvores, a emissão de CO2 é nula, o que o designa como um excelente tipo de biomassa, resultando na geração de uma energia limpa.

 

Fonte: B2Wood Business


tudo